• Pref. de Piripiri

SESAM de Piripiri faz monitoramento da água distribuída na cidade e zona Rural

A Prefeitura de Piripiri, por meio da Secretaria de Saúde Municipal (SESAM), em parceria com a Faculdade Chrisfapi e Vigilância Ambiental da pasta, esteve no Mercado Central, fazendo um trabalho de monitoramento da qualidade da água disponibilizada aos feirantes.

O trabalho é uma ação do Programa de Qualificação das Ações de Vigilância em Saúde (PQA-VS), do Ministério da Saúde (MS), e vem sendo desenvolvido desde 2021 com excelentes resultados. O coordenador de projetos da SESAM, Dr. Guilherme Lopes, disse que trabalho é de monitoramento e análise da qualidade de água que é distribuída na cidade e na zona Rural de Piripiri. "Nós fazemos essas análises de forma regular, mensalmente, para verificar a quantidade de cloro e a análise microbiológica da água", explica o doutor. Ele informa que, semanalmente, são coletadas e analisadas amostras de água de diversos pontos da cidade e da zona Rural. "No ano de 2021, o município atingiu 160% da meta, no universo de 308 análises feitas por esse monitoramento mensal. Isso implica que estamos preocupados em saber como está a qualidade da água", frisa o especialista. O Dr. Guilherme Lopes afirma que várias doenças são veiculadas pela água como a diarreia, amebíase e cólera entre outras. "O monitoramento é importante para detectarmos possíveis alterações na qualidade físico-química e microbiológica da áqua e agir para prevenir agravos à saúde da população" explica o coordenador. "Piripiri está de parabéns porque atingimos a meta, fazendo 160% da quantidade que era preconizada e isso é muito bom para o município. Neste ano, nós estamos continuando com esse percentual, dando a real importância para essas análises e monitoramento da qualidade da água", destaca o Dr. Guilherme Lopes.