top of page
  • Foto do escritorPref. de Piripiri

Vencedores da Lei Paulo Gustavo assinam termo de execução cultural em evento na Prefeitura de Piripiri

A Prefeitura Municipal de Piripiri, por meio da Secretaria de Juventude, Cultura, Esporte e Turismo (SEJUCE), realizou nesta quarta (17/01), a assinatura do termo de execucão cultural para os escolhidos da Lei Paulo Gustavo em Piripiri. Depois das assinaturas, os recursos para os vencedores serão disponibilizados, são R$ 547 mil reais para os projetos. O evento aconteceu no auditório Milton Vieira, no Palácio do Povo de Pery Pery.



“Momento emocionante o de hoje. Estamos aqui entregando para esses manifestantes culturais, vencedores da lei, um valor de R$ 547 mil reais que é via governo federal, mas que recebeu todo o nosso apoio e dedicação dos funcionários da SEJUCE”, disse a prefeita Jôve Oliveira Monteiro .


Marco Matos, superintendente de Cultura da SEJUCE, deu detalhes. “Foram inscrições, publicação de editais, um trabalho árduo, de meses, que deu certo. Estamos satisfeitos, encerramos um ciclo e esse repasse financeiro é muito importante. Desde julho, iniciamos essa maratona cultural e agora findamos com sucesso”, afirmou.



Marcifran Costa, secretário da SEJUCE, falou sobre o dia tão importante. “Dia perfeito para Piripiri. A premiação está sendo paga hoje para as pessoas que concorreram nessa lei. Agradecemos a esse novo tempo de cultura no nosso país”, afirmou.


O vereador Douglas Leonardo falou sobre o momento da premiação. “Apreciamos a lei na Câmara e hoje vimos o resultado de tudo isso: a prefeita Jôve fez de tudo para dar certo e só queremos que esses recursos, que são públicos, sejam bem aproveitados”, destacou.



Mateus Mendes, um dos vencedores na categoria curta metragem, vai falar sobre o reggae em Piripiri. “A danceteria Reflexus foi um marco na nossa cidade na questão desse ritmo tão forte. Vamos valorizar muito esse patrimônio e vai ser um trabalho de resgate mesmo, o prazo é bom e vamos conseguir”, explicou.


Francisco Oliver, documentarista, ganhou em duas categorias: curta com o projeto Tarrafa e capacitação no áudio visual. “Muito boa essa lei. Vamos oferecer um trabalho sobre cinema e um curta que vamos enfocar o açude Caldeirão. O processo foi justo e interessante”, concluiu.


A Lei Complementar 202, de 2023, foi publicada no Diário Oficial da União. A finalidade da nova lei é estender até o fim de 2024 o prazo para execução dos recursos da Lei Paulo Gustavo (Lei Complementar 195, de 2022) destinados a desenvolvimento de espaço ou atividades culturais.



Comments


bottom of page