• Pref. de Piripiri

SUTRAN e forças de Segurança garantem tranquilidade aos fiéis na festa da padroeira em Piripiri


Com intuito de garantir apoio logístico aos fiéis, durante o novenário da padroeira Nossa Senhora dos Remédios, até o dia 16 de outubro, a Prefeitura Municipal de Piripiri, por meio de várias secretarias está com equipes de prontidão. A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SUTRAN), por exemplo, está, diariamente, controlando o tráfego nos lugares com maior fluxo de pessoas.


Nessa sexta (07), na primeira novena dos Festejos de Outubro, uma multidão compareceu ao patamar da Igreja Matriz para celebração com o padre Antonio Nilson da paróquia da cidade de Brasileira.


O superintendente da SUTRAN, Jaime Melo, disse que a equipe foi reforçada e foram adquiridos novos equipamentos. “São 10 agentes de trânsito, 14 pessoas foram contratadas para nos auxiliar. Além disso, temos três motos, três carros e compramos cones e cavaletes para fazer as interdições. Enfim, montamos uma grande estrutura para que tudo fique sinalizado e com segurança”, pontua.


O agente da SUTRAN, Eriberto Pires, explica que o isolamento dos acessos até a igreja é feito, às 17h, devido ao volume de veículos. “O que a gente indica é que as pessoas cheguem mais cedo para encontrar mais vagas de estacionamento”, explica o agente.


Além da SUTRAN, também estão presentes todas as noites, a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros da PM, Bombeiros civis, Tiro de Guerra 10-021 e Samu 192.


Em virtude dessa estrutura e logística montada, a missa transcorreu normalmente, no entorno da igreja matriz, no centro da cidade.

O celebrante Padre Nilson revelou que bom participar do festejo. “Aqui a gente sente um acolhimento, se sente em casa, realmente, em família. De certa forma, traz uma renovação da nossa fé, o nosso compromisso cristão e o desejo de sempre retornar a esta Casa”, ressalta.


“É uma alegria muito grande ver o povo de Deus está retornando para este espaço [patamar] que é símbolo da fé do povo de Piripiri durante todo o festejo. E mais ainda, após a superação da pandemia, o povo está com sede de vir celebrar conosco as festividades de Nossa Senhora [dos Remédios]”, destaca frei Antônio Leandro, OFM, pároco da paróquia de Nossa Senhora dos Remédios.


A estudante Meiriane de Araújo que assistiu a primeira novena gostou. “Muita boa a novena. Se der vou vir todos os dias”, disse. Outro que gostou da novena foi o comerciante Luís Fontenele. “Como primeira novena, tá boa, muita gente”, concluiu.