top of page
  • Foto do escritorPref. de Piripiri

SESAM promove interação com familiares de pacientes do CAPS II de Piripiri

A Prefeitura de Piripiri, por meio da Secretaria de Saúde Municipal (SESAM), realizou, nesta terça-feira (14/02), Assembleia Familiar coordenada pelo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS II) de Piripiri. O evento reuniu dezenas de familiares de usuários do Centro na quadra poliesportiva Pedro Velho, ao lado do Centro Administrativo.

Os encontros promovidos pelo CAPS II de Piripiri acontecem uma vez por mês. Cada mês é abordado um tema e o tema deste mês escolhido foi “Cuidando do Cuidador”.


A assistente social do CAPS II, Márcia Galvão, disse que o “que se observa é que quem cuida do nosso paciente/usuário com transtorno mental também deve ser cuidado porque esse olhar ele vai ter com o seu familiar”, explica.


Na oportunidade, houve palestra sobre o tema “A importância do Cuidado e do Cuidador” ministrada pela psicóloga Savana Ximenes do CAPS II. “A família é de fato o pilar. Aquela que orienta, conduz e sustenta e, muitas vezes, ela está direcionada ao cuidado da pessoa com algum transtorno mental”, explica a psicóloga.


Savana Ximenes disse que o CAPS II proporciona esse momento para que a gente possa fazer essa reflexão “porque eu só posso dar aquilo que eu tenho. Então, para que eu cuide de alguém, eu preciso primeiro ser cuidado, estar bem, trabalhar minhas questões pessoais, também o meu emocional, o meu físico para que eu tenha condições de fato, de cuidar daqueles que mais necessitam”, destaca.


“Minha irmã, Maria Inês, tem problema psiquiátrico e já surtou umas três vezes. Ela é acompanhada pelo CAPS II há dois anos e conseguimos esse local [CAPS] que é excelente. A cada dia que se passa o desenvolvimento está 100 %”, revela a aposentada Maria do Socorro Pereira Sancho.


De acordo com Maria do Socorro Pereira Sancho, o evento mensal é importante “porque não serve só para o paciente, mas acompanhado pela família e pela equipe do CAPS II porque a gente desenvolve a parte da medicação, discute todos os problemas que surgem em casa e aqui é uma coisa bastante participativa”, pontua.



Comments


bottom of page