top of page
  • Foto do escritorPref. de Piripiri

SESAM de Piripiri realiza Assembleia Familiar com familiares de usuários e profissionais do CAPS II

A Prefeitura de Piripiri, por meio da Secretaria de Saúde Municipal (SESAM), realizou uma Assembleia Familiar com a participação de usuários familiares e profissionais do Centro de Atenção Psicossocial de Piripiri (CAPS II). O evento aconteceu, terça (28/03), na quadra esportiva Pedro Velho, ao lado do Centro Administrativo, zona leste de Piripiri.

Também participaram da Assembleia Familiar, profissionais do Centro de Referência de Assistência Social (CREAS). O evento acontece uma vez por mês e desta vez abordou o tema “Violência contra a Mulher. Vamos conversar”, neste mês de março.


A assistente social do CAPS II, Milena Castro, explica que Assembleia Familiar aproximar os familiares dos usuários com os profissionais. “É um momento onde a gente trata das informações pertinentes aos tratamentos deles, o cuidado, a responsabilidade da família, bem como assuntos sociais que a gente considera como direitos como, por exemplo, falar sobre a violência contra a mulher”, frisa Milena Castro, acrescentando que o “falar e o conversar também faz parte da prevenção”.

“É um momento de a gente aproveitar para disseminar e prevenir a violência contra a mulher. Aproveitar muito bem o espaço que o mês de alusão à mulher [simbolizado] pelo dia 08 de março, mas todo dia é o Dia da Mulher. E a gente está tentando falar de forma preventiva mesmo, tentar sensibilizar a população, a sociedade como um todo de que a mulher é muito importante dentro da sociedade”, disse a assistente social do CREAS, Priscila Amorim.


A professora Iracema Brito, que é mãe de um usuário do CAPS II, revela que as assembleias familiares são importantes porque “nós recebemos informações que muitas vezes a gente não tem acesso de outra forma”, disse.


Serviço


O CAPS II funciona ao lado do Centro Dr. Adauto Coelho de Resende, zona Leste de Piripiri, de segunda sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30. O atendimento é feito por médico psiquiatra, terapeuta ocupacional, psicólogo, farmacêutica, nutricionista, assistente social, enfermeiro e técnicos em enfermagem.



Comments


bottom of page