• Pref. de Piripiri

SEDUC de Piripiri faz entrega de material didático para alunos do PROVEJA


A Prefeitura Municipal de Piripiri, por meio da Secretaria de Educação do Município (SEDUC), fez entrega de material didático para alunos do Programa de Valorização da Educação de Jovens e Adultos (PROVEJA), nesta quinta-feira, 10 de março. A entrega aconteceu na Escola Paulo Machado.


A secretária de educação do município, Tânia Monteiro, disse que a SEDUC se sente gratificada em desenvolver o programa. “O Proveja deu certo, estamos entregando o material didático aqui na escola Paulo Machado e já visitamos as escolas do Pé do Morro, Vertentes, Caldeirão e São Luís. São 800 pessoas que voltaram a estudar: jovens e idosos. É uma grande satisfação termos implantado no nosso município”, comentou a secretária.

Carminha Holanda, diretora da escola, disse que o evento foi memorável. “Gostamos muito de estarmos aqui nessa noite. Foi bastante interessante ver tantas pessoas de volta às aulas”, avaliou.


Georliton Fidelis, funcionário público, disse que é uma felicidade poder voltar a estudar. “Estou muito feliz e vou concluir meu Ensino Fundamental. São 35 anos sem estudar e agora estou voltando”, concluiu.


A Prefeitura Municipal de Piripiri, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEDUC), fez o lançamento do Programa de Valorização da Educação de Jovens e Adultos (PROVEJA) no dia 27/01, no auditório Germayron Brito. O objetivo do programa é estimular jovens, adultos e idosos a retornar à sala de aula e concluírem seus estudos.


O PROVEJA implementará um conjunto de ações pedagógicas a fim de incentivar estudantes com idade acima de 15 anos, e que não concluíram o Ensino Fundamental a retornarem ao ambiente escolar, ampliando o acesso à aprendizagem.


Três ações serão desenvolvidas: distribuição de material pedagógico sistematizado, transporte escolar destinado especificamente a estes estudantes, diminuindo as distâncias entre casa/escola e implementação de bolsa de estudo no valor de R$ 120,00 (cento e vinte reais). A proposta da Prefeitura e SEDUC é ótima para valorizar essas pessoas”, disse Tânia Marilda Monteiro, secretária da SEDUC.