...
top of page
  • Pref. de Piripiri

Primeira Feira Literária da SEDUC reúne multidão na AABB de Piripiri

A 1ª Feira Literária Alunos Lendo, Interpretando e Produzindo (ALIP), realizada na AABB de Piripiri, recebeu uma verdadeira multidão de professores e alunos na última quinta-feira (08/12). O evento é uma realização da Prefeitura Municipal de Piripiri por meio Secretaria Municipal de Educação (SEDUC).

Alunos das 52 escolas da Rede Municipal de Ensino estiveram presentes ao evento que aconteceu das 8h às 19h, com extensa programação. A Feira Literária ALIP é resultado de um projeto idealizado e implementado pela SEDUC, tendo como público-alvo os alunos do Ensino Infantil até a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

“A ALIP é o resultado da integração e dos esforços da SEDUC. Temos nos doado a Piripiri de forma integral e as 52 escolas estão aqui representadas por alunos e professores. Toda essa estrutura e essa maratona de apresentações é muito bom de se ver. A nossa parte estamos fazendo que é cuidar de gente, há um ano e 11 meses”, disse a prefeita Jôve Oliveira Monteiro.


“Muito bom estar aqui nesse evento belíssimo da SEDUC e ver tantos jovens nessa maratona literária de grande valia para todos eles”, explicou o vice-prefeito Hilton Osório.


“Falo em nome de nossa secretária Tânia Marilda Monteiro, que está em Brasília. Esse projeto de literatura representa a culminância do que acontece o ano todo. Agradecemos aos professores, alunos e principalmente os pais”, disse Dirceu Martins, superintendente Administrativo e Financeiro da SEDUC.


Para Margarida Campos, diretora de Ensino da SEDUC, todos foram muito importantes. “Uma alegria essa culminância do ALIP, evento lindo que teve participação dos alunos e da comunidade. Agradecemos a todos da SEDUC por esse dia tão importante”, explicou.


“Fizemos a apresentação da história de Chapeuzinho Vermelho, foram quatro meses de intensos ensaios com as crianças e elas adoram”, disse Ana Márcia, professora da escola Argemiro Urquiza, da comunidade Santa Rosa.


Para o diretor Daniel Cisne, da escola municipal Padre Freitas, o ALIP é um sucesso. “O ALIP está fantástico e trouxemos o livro Capitães de Areia para ser representado. É muito gratificante estar aqui com esse trabalho”, explicou.


“Muito interessante o trabalho do autor Jorge Amado e seu Capitães de Areia. Estamos muito honrados em interpretá-lo e o ALIP é fantástico! O contato com a leitura é gratificante”, disse Izabele Rodrigues, aluna do 9º ano da escola Padre Freitas.

bottom of page