top of page
  • Foto do escritorPref. de Piripiri

Prefeitura de Piripiri realiza 12ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente

A Prefeitura Municipal de Piripiri por meio da Secretaria Municipal do Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (SETAS) realizou nos últimos dias 08 e 09 de maio, a 12ª Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, realizada no Teatro João Cláudio Moreno, no Memorial Espedito Resende, zona Sul de Piripiri.


“Muito feliz em estar aqui, participando dessa luta para defender a criança e o adolescente piripiriense. A nossa batalha continua para o bem dessas pessoas. Agradeço a todos que estão aqui”, disse a prefeita de Piripiri, Jôve Oliveira Monteiro.


“Em termos de participação, fiquei muito satisfeito, público bem diverso, ótima participação; mostra também o interesse de todos dessa gestão por esse tema tão sério. O que for decidido aqui será debatido no âmbito estadual”, disse Antônio José dos Santos, presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente.



Helena Virgínia, representante do Conselho Tutelar, falou sobre a importância do evento. “Se a gente parar para refletir sobre a importância desse evento, veremos que objetiva a dignidade de todas estas pessoas. Os direitos das crianças e adolescentes têm que ser garantidos e, por isso, as políticas públicas são importantes”, explicou.


A secretária Cínthia Rezende, da SETAS, destacou a importância do evento para o município. “Estamos aqui trabalhando e batendo nessa tecla que crianças e adolescentes têm direitos garantidos. Quem quiser denunciar casos de agressão, pode se dirigir para os nossos centros que todos serão ouvidos”, afirmou a secretária.


“Foram dois dias muito importantes. Estratégias para aprimorar nossas políticas públicas para esse atendimento. As situações de risco acontecem, mas estamos cada vez mais fortes nessa luta. Cumprimos nosso compromisso como município e estamos avançando cada vez mais. Ao final da conferência, vamos ter grupos de trabalhos e propostas consolidadas para encaminhá-las ao Conselho Estadual”, finalizou Gustavo Souza, presidente do Conselho Municipal da Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente.



Comentarios


bottom of page