top of page
  • Foto do escritorPref. de Piripiri

Prefeita Jôve Oliveira visita casarão bicentenário na zona rural e avalia tombamento histórico

A prefeita Jôve Oliveira Monteiro esteve com os integrantes do Núcleo de Pesquisas e Estudos da História de Piripiri (NEPIH), além de secretários e políticos, visitando a antiga sede da Fazenda Chapada, zona rural de Piripiri. A visita aconteceu no sábado (20/01).


A sede da antiga Fazenda Chapada foi construída em 1822; é uma testemunha da ocupação colonial e da escravidão na região. Na oportunidade, foi entregue o pedido de tombamento do casarão bicentenário como patrimônio histórico do município. A família de Luís Abílio, proprietária do local, preserva e mantém o prédio. O objetivo é transformar o lugar num espaço de turismo rural, preservando o bem arquitetônico e contando a história.



“Essa propriedade pertenceu ao saudoso piripiriense João Coelho de Resende, na localidade Chapada. Chegamos aqui admirando a natureza, é um casarão que tem mais de 200 anos. Aqui existe um muro de pedra que foi construído por escravos e recebemos o pedido do tombamento desse belo lugar”, disse a prefeita Jôve Oliveira.

Luís Mário Getirana, professor de história e diretor do Museu de Perypery, falou sobre o lugar. "O trabalho de tombamento do Patrimônio Histórico, Cultural e Arquitetônico de Piripiri segue o caminho da preservação da memória, não só nos escritos, mas também no espaço físico”, explicou.


Francisca Paiva, cantora, que também luta pela preservação, falou sobre o assunto. “Conhecer a história é uma beleza. Fazer o tombamento desse lugar é manter a imponência das casas antigas”, finalizou.



bottom of page