top of page
  • Foto do escritorPref. de Piripiri

Prefeita Jôve Oliveira Monteiro assina ordem de serviço para a construção de escola modelo Círculo Operário

A prefeita Jôve Oliveira Monteiro assinou nesta quarta-feira (24/04) a ordem de serviço da construção da nova escola Círculo Operário, uma escola modelo para os padrões nacionais. O evento foi realizado na Sala de Reuniões do Palácio do Povo de Pery Pery.



A prefeita falou sobre os avanços da nova escola. “O prédio onde funcionava a escola Círculo Operário é bem antigo e de propriedade particular. Esse patrimônio era do falecido empresário Raimundo Rezende e o devolvemos. Os alunos estão estudando em outro local, na escola Sinhá Carvalho. Agora foi licitada a obra para construirmos um novo prédio perto da praça do Reencontro, no centro de Piripiri. Assinamos a ordem de serviço e hoje foram apresentados os detalhes dessa importante obra. A engenharia agora vai entrar em ação”, disse a prefeita Jôve Oliveira Monteiro.



A secretária Tânia Marilda Monteiro deu detalhes do projeto. “Hoje na Prefeitura, com a presença de muita gente, como pais, professores, apresentamos o projeto da arquiteta Thalia Monteiro. Será uma escola de dois pavimentos com tudo de bom para aprendizagem dos nossos alunos. Serão mais de R$ 6 milhões de investimento e estão garantidos pelo sistema educacional para a construção. Agradecemos à prefeita Jôve e aos técnicos da SEDUC que sempre estão trabalhando pela educação de nossa cidade”, explicou a secretária.



Marcos Antônio, diretor do Círculo Operário, elogiou o trabalho. “Uma satisfação muito grande de estar aqui. Ficamos muito felizes. Um projeto que agora vai ser concretizado, uma realidade para os nossos alunos, alegria imensa”, afirmou.


Maria Iolete, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (SINTE), falou sobre a importância da obra. "Uma obra muito importante. A SEDUC tem muito apoio da gestão. Hoje é um momento importante porque cada vez que se constrói uma escola, fecha a porta de uma cela”, avaliou.


A vereadora Beatrice Pimentel esteve presente e expressou sua felicidade “Estou muito feliz com tudo isso, impactada com essa maravilha; uma obra de grande magnitude, projeto nunca visto e agora será uma realidade para a nossa população”, afirmou.


Antônio Léo, faz o 5º ano na Círculo Operário e comentou sobre o projeto da nova escola. “Muito bonito, legal, e claro que vou continuar a estudar lá. Vai ser muito bom”, finalizou.



Com previsão de entrega para um ano e oito meses, o prédio ficará em um terreno de esquina entre as ruas Leônidas Melo e Dr. Antenor de Araújo Freitas. A nova escola contará com uma guarita, 20 salas de aula, uma biblioteca com acervo, espaço de estudo individualizado e em grupo, salas para estudo de grupo, uma midiateca, uma sala de descanso, dois laboratórios de informática, guarda volumes e recepção da biblioteca, setor administrativo com sala de reunião, diretoria, coordenação, direção e acervo.


Também farão parte da escola: Salas de AEE (Atendimento Educacional Especializado), quatro salas multidisciplinares (física, química, robótica, refeitório), cozinha, pátio com 450m2, quatro baterias sanitárias masculina e feminina, quatro banheiros PCD, acessibilidade completa e auditório para 200 pessoas.


A capacidade da escola será de 1200 alunos em dois turnos, ou 600 alunos em modelo integral.






Comments


bottom of page