• SESAM

Povoado Caldeirão em Piripiri é mais um contemplado com o projeto Visão para Todos

Nessa quarta (10/11), a população do povoado Caldeirão, distante 9 km da sede, recebeu as equipes das secretarias de saúde do Estado (SESAPI) e do município (SESAM) para atendimento oftalmológico gratuito. É a segunda comunidade visitada pelo Projeto Visão para Todos dentro da programação prevista para acontecer até sábado, dia 14 de novembro, na zona Rural de Piripiri.


Cerca de 150 atendimentos foram realizados ao lado da Unidade Básica de Saúde da comunidade Caldeirão. Na sexta (12/10), será a vez do povoado Sertão de Dentro. “Tenho catarata, mas me orientaram para esperar em casa até a data de fazer a cirurgia. O atendimento foi bom e rápido e não paguei nada”, disse Pedro Guimarães Café, 57 anos, morador da comunidade Banda.

A moradora Maria Francisca, 55 anos, da comunidade Campestre tem o mesmo problema de saúde. “Vou fazer a cirurgia de catarata. Gostei do projeto. Foi muito bom e o tenho a dizer é muito obrigado a todos que ajeitaram esse projeto. Que Deus abençoe a cada um”, declara.

“Essa é primeira vez que é feito um atendimento da população voltado para a saúde da visão tanto na zona Rural como na zona Urbana de Piripiri. Foram quatro dias na cidade, onde atendemos 1.200 pessoas, e, nos próximos quatro dias, serão mais 1 mil pessoas, na zona Rural”, declara a vereadora Beatrice Pimentel (PT), uma das responsáveis pela vinda do projeto Visão para Todos Piripiri.


O vereador Willian da Loto (PT), também enaltece o projeto Visão para Todos que ele ajudou trazer para o município. “Esse projeto é muito bom porque beneficia, principalmente, o povo. Após as consultas, exames vão ser feitas as cirurgias de catarata, frisa o parlamentar.


“Sabemos que consultas oftalmológicas são caras e uma parcela significativa da população não tem como arcar com isso. Então, é importante um projeto como esse”, destaca o vereador Dowglas Leonardo (PT), acrescentando que “a prefeita Jôve Oliveira Monteiro foi sensível a isso em prol do povo de Piripiri”.