• SESAM

Piripiri realiza a XI Conferência Municipal de Saúde discutindo SUS e a covid-19


Com o tema: Desafios, Perspectivas e Inovações do SUS em Piripiri durante a Pandemia da covid-19, a Prefeitura de Piripiri, por meio da Secretaria de Saúde Municipal (SESAM), realiza até hoje (26/11) a XI Conferência Municipal de Saúde. O evento foi aberto, na quinta (25/11), com a presença de gestores e delegados que representam entidades da sociedade civil organizada e órgãos da área da Saúde.


A solenidade de abertura aconteceu no teatro João Cláudio Moreno, no Memorial Espedito Rezende, na zona Sul da cidade. Houve duas palestras magnas com duas abordagens sobre os impactos da pandemia: um em nível nacional, com o Professor Doutor em Biologia Celular pela USP, Emídio Matos, e outro sobre o impacto local, com a enfermeira e especialista em Saúde Pública, Letícia Carvalho.


Os presentes e credenciados para a conferência aprovaram o Regimento Interno apresentado pela vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde, Maristela Ribeiro. Os delegados estiveram reunidos, nesta sexta (26/11), para discutir o tema da Conferência, que é um evento é um preparativo para as conferências regional, estadual e nacional na área da saúde”.


A prefeita de Piripiri, Jôve Oliveira Monteiro, destaca que a Conferência é o momento de diálogo, respeitando as opiniões e dividindo conhecimentos. “É importante estarmos nos unindo em prol da vida, em prol da saúde. A Prefeitura, através da SESAM, e junto com o Conselho Municipal de Saúde, além dos outros atores envolvidos, vão discutir estratégias e planejar as ações para que nós consigamos mitigar o impacto dessa pandemia nos meses e anos vindouros”, pontua a prefeita.

“Os palestrantes mostraram a importância da Atenção Básica na pessoa do agente comunitário de saúde (ACS). Então, eu faço a defesa da minha categoria e estou otimista, confiante no resultado dessa conferência” afirma a presidente do Conselho Municipal de Saúde de Piripiri, Francisca das Chagas Pereira Silva.


O secretário da SESAM, Gabriel Mauriz, lembra que a conferência é o momento de planejar e transformar a atenção básica para melhorar a qualidade da saúde da população.