• Pref. de Piripiri

Encontro de artistas marcou encerramento do Piripiri Junina na Praça de Eventos

Apesar da chuva que encerrou mais cedo o Piripiri Junina, nesse domingo (18/07), o evento teve um momento especial com a Orquestra Sanfônica Seu Dominguinhos, que também dividiu o palco com artistas locais. O Festival realizado na Praça de Eventos que encerrou a segunda noite mais cedo, às 21h40, recebeu elogios do público, quadrilheiros, jurados e dos artistas.


Tocando clássicos da música regional como "Olha pro Céu" de Luís Gonzaga, “Banquete de Signos” de Zé Ramalho, a Orquestra Sanfônica Seu Dominguinhos de Teresina encantou a plateia presente na Praça de Eventos, que se embalou com frevo, vanerão e outros ritmos ao som de 17 sanfonas sob o comando do maestro Ivan Silva.

“Foi uma experiência muito boa, apesar do público ter sido bem reduzido devido à pandemia. Queremos agradecer pelo convite e parabenizar pelo evento muito organizado, bem bonito”, destaca o maestro Ivan Silva, acrescentando que a passagem dos artistas locais no palco com a orquestra foi muito bonita, “enriquece inclusive a cultura, essa valorização do artista local”, frisa o maestro.


Vários artistas se apresentaram junto com a Orquestra Sanfônica. O cantor e apresentador Chaguinha interpretou a música “Piripiri” de João Cláudio Moreno e Wagner Santos. Depois o sanfoneiro Joel Floriano e Betinho do Acordeon emocionaram o público com “Asa Branca” e “A Volta da Asa Branca” de Luís Gonzaga. Marcifran Costa cantou “Morro da Saudade”, de sua autoria e fez dueto com Marinaldo do Forró interpretando “Eu só quero um xodó” de Dominguinhos. Também as cantoras Deusa Marie e Millene Oliveira se apresentaram antes da chuva interromper o evento.

Um bom público esteve na Praça de Eventos, no bairro Estação, para ver as duas noites do Piripiri Junina, dias 17 e 18/07. Uma grande estrutura foi montada com palco, telões e iluminação especial para os shows, seguindo os protocolos de segurança e sanitário devido à pandemia.


A prefeita de Piripiri, Jôve Oliveira Monteiro, disse que o Piripiri Junina respeitou todos os protocolos, mas não deixou de dar apoio aos artistas e quadrilheiros. Ela agradeceu a presença da Polícia Militar, imprensa, artistas e do público que foi ao Festival. “Essa chuva só veio abençoar esse evento. Tudo que Deus faz é bem feito. Quem veio aqui com a família e assistiu pela internet viu que aqui são profissionais da cultura e que amam a cultura”, destaca a gestora.


“Apesar da Prefeitura de Piripiri não ter recebido nenhum centavo para a Cultura neste ano, diferente do ano passado, que recebeu quase meio milhão de reais pela Lei Aldir Blanc. Mesmo assim, estamos promovendo cultura, com amor, determinação, coragem, organização e planejamento. Quero abraçar a SEJUCE, SECOM, SESAM, SAMU, SUTRAN, Vigilância Sanitária a todos que, diretamente e indiretamente, fizeram parte desse evento que foi um sucesso”, ressalta Jôve Oliveira Monteiro.


O Piripiri Junina é uma realização da Prefeitura de Piripiri, por meio da Secretaria da Juventude, Cultura, Esporte e Turismo (SEJUCE) e da Secretaria de Comunicação (SECOM).